Aposto que você já ouviu falar de algum dos tipos de Colágeno, ou que seu consumo é super importante. Nosso artigo de hoje tem a intenção de te fazer entender tudo sobre os tipos de colágeno, suas funções e dicas de como suplementar. Vem comigo!

O que são os Colágenos?

Colágenos são proteínas produzidas pelo nosso organismo e que possuem diversas funções diferentes. Mas em geral, atuam em estruturas do nosso corpo promovendo resistência, firmeza, elasticidade e hidratação.

Muito abundantes em nosso corpo, se juntarmos todos os tipos de colágeno, eles representam cerca de 35% do total de proteínas.

Quais são as principais fontes para todos os tipos colágeno?

Colágenos são encontrados em alimentos de origem animal, e em partes que não costumamos consumir, como a pele por exemplo. Por isso é tão importante utilizar suplementos.

Há também os alimentos que fornecem os aminoácidos que formam os colágenos. Como a clara do ovo e os derivados do leite de vaca. Após a digestão desses alimentos, nosso corpo utiliza seus aminoácidos para fabricar os tipos de colágeno mais necessários.

Existe colágeno vegano?

Essa é uma dúvida muito comum, e a resposta é NÃO. O colágeno in natura é uma proteína exclusiva de tecidos de animais. Porém, os aminoácidos utilizados pelo nosso organismo para produzir os colágenos também podem ser encontrados em fontes vegetais. Os que possuem maior quantidade desses aminoácidos são: feijão, lentilha, ervilha e nozes. 

Quais são os tipos de colágeno?

Existem diversos tipos de colágeno, mas hoje o nosso foco será nos dois principais: Colágeno Tipo 1 e Colágeno Tipo 2.

Colágeno Tipo 1:

Dos tipos de colágeno, esse com certeza é o mais queridinho das mulheres. Isso porque o colágeno Tipo 1 é o mais abundante na pele e, por isso, o mais encontrado em produtos cosméticos. Ele possui as fibras mais grossas e resistentes dentre os colágenos e, por isso, também participa da formação dos tendões.

Na Pele:

A síntese de colágeno na nossa pele varia conforme avançamos na idade. A partir dos 30 anos, perdemos cerca de 1,5% da nossa capacidade de produção natural do colágeno. E é exatamente aí que começam a surgir as temidas rugas.

Outro fator que contribui para a diminuição dos colágenos em nossa pele é a presença de Radicais Livres, capazes de quebrar as proteínas formadoras do colágeno, modificar a renovação das células da pele e, além disso, promover inflamações. Tudo isso piora com a idade, pois nosso sistema antioxidante (que combate os radicais livres) tem seu poder reduzido, o que desencadeia todos esses processos que acabei de falar.

A partir dessas informações, podemos definir as funções do Colágeno Tipo 1 na pele:

  • Auxiliando a formação e manutenção da estrutura e elasticidade;
  • Contribui, junto ao ácido hialurônico, com a hidratação da pele;
  • Evita o aparecimento de linhas de expressão e rugas;
  • Combate o desalinhamento do contorno facial.

Colágeno Tipo 2:

Entre os tipos de colágeno, esse é o que se encontra em maior quantidade nas cartilagens das articulações. O colágeno tipo 2 possui uma afinidade muito grande com a água, e funciona como uma espécie de esponja. Libera a água quando é pressionado, e absorve novamente quando volta ao seu estado normal.

Para simplificar o entendimento, o efeito “mola” que possuímos nos joelhos, por exemplo, e que sustenta o peso do nosso corpo, é proporcionado pelo Colágeno Tipo 2 e o mecanismo de esponja que acabei de descrever.

Nas Articulações:

O colágeno tipo 2 representa cerca de 60% da composição das nossas cartilagens articulares. Por diversos motivos, como doenças inflamatórias, exercícios de alto impacto e o avanço da idade, essas cartilagens sofrem um processo de degradação conhecido como artrose, e causa quadros como inflamação e dor. 

Estudos apontam que a suplementação com colágeno tipo 2 ajuda na prevenção desse desgaste das articulações, atuando na diminuição do processo inflamatório, na diminuição da dor e na renovação do colágeno. Além disso, também ficou constatado que houve aumento da densidade óssea e um efeito protetor nas cartilagens dos pacientes do estudo.

Sendo assim, podemos listar os benefícios do Colágeno Tipo 2:

  • Diminuição do processo inflamatório proveniente do desgaste articular;
  • Alívio das dores e do inchaço, além da melhora na movimentação das articulações;
  • Auxílio no aumento da densidade óssea;
  • Promoção de efeito protetor nas articulações.
  • Aumento na produção do colágeno nativo.

Como escolher seu suplemento entre os tipos de Colágeno?

Agora que aprendemos quase tudo sobre os tipos de colágeno, podemos começar a entender sobre suas formas e, além disso, que fatores levar em consideração na hora de escolher o seu suplemento.

Para Pele, unhas e cabelos: 

Para maiores benefícios em sua pele, unhas e cabelos, os Peptídeos Bioativos de Colágeno são a melhor opção. Como são moléculas muito menores que as do colágeno íntegro, possuem uma absorção muito maior.

Dica Extra:

Outra informação de extrema importância é que, além do colágeno, outros nutrientes possuem ação direta em sua pele, unha e cabelos e, exatamente por isso são conhecidos como “Nutricosméticos”. Entre eles estão as Vitaminas A, C e E, além de algumas do complexo B, como o Ácido Pantotênico (vitamina B5) e a Biotina (vitamina B7). Outras substâncias que também atuam diretamente na saúde da pele são o Ácido Hialurônico e o Ácido Ortosilícico (forma ativa do mineral silício). 

Procure por suplementos de Colágeno Tipo 1 em forma de Peptídeos Bioativos de Colágeno, para maior absorção e aproveitamento. E que contenha em sua fórmula todos os nutrientes citados acima.

Temos um artigo sobre os Nutricosméticos, caso queira conhecer mais sobre a saúde da pele unhas e cabelos.

os tipos de colágeno atuando na pele, unhas e cabelos.

Para as Articulações:

A escolha entre os tipos de colágeno para suas articulações é mais simples. Escolha um suplemento de Colágeno Tipo 2 100% natural, e com matéria-prima de excelente qualidade como a B2Cool®, da empresa espanhola Bioiberica. Somente com esses ingredientes você conseguirá todos os benefícios.

Qual o melhor horário para suplementar?

Com suplementos à base de colágeno você deve evitar a proximidade com as refeições. Uma ótima opção é consumi-lo pela manhã, em jejum, diluindo em água ou algum suco cítrico de sua preferência. A vitamina C do suco vai ajudar na absorção do seu colágeno. Além disso, você também pode optar por consumi-lo à noite, antes de dormir. 

As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e, portanto, não devem substituir orientações de profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Sendo assim, procure sempre o aconselhamento do seu médico ou nutricionista com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura de ajuda por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da MAKAI®.

(Visited 64 times, 1 visits today)