Conhecendo um pouco sobre a Vitamina D

Vitamina D, também conhecida como vitamina D3 ou Colecalciferol.

Considerada um hormônio, a vitamina D pode ser sintetizada na pele a partir da exposição aos raios UVB solares. Sua função mais conhecida é a regulação do metabolismo ósseo e mineral mas, além disso, ela também é um potente imunomodulador ligado a muitas doenças humanas.

Assim, Entre essas doenças, podemos citar as autoimunes, doenças cardiovasculares, depressão, alguns tipos de câncer e complicações da gestação. Mas e no Diabetes? Será que há relação entre os níveis de colecalciferol e as complicações geradas pelo Diabetes mellitus?

Visite o nosso post falando tudo sobre a Vitamina D. Clique aqui!

Foi realizada, em agosto de 2020, uma grande revisão integrativa com o objetivo de entender se há relação entre a vitamina D3 e o Diabetes mellitus.

Então, iniciou-se um levantamento bibliográfico de diversas fontes de material científico (SciELO, PubMed e LILACS etc) em busca por artigos citando a deficiência de vitamina D e sua relação com o Diabetes e a homeostase geral da glicose no nosso organismo.

E o resultado?

A resposta é Sim! Há relação entre os dois. 

A insuficiência de vitamina D foi relatada em todo o mundo ao longo dos últimos anos. Em diversos grupos etários ela é considerada um problema de saúde pública, uma vez que níveis reduzidos de vitamina D se mostraram presentes em várias doenças crônicas, como diabetes mellitus tipo 2, obesidade e hipertensão.

Mas como o nosso foco é no Diabetes, vamos falar um pouco mais dessa relação e de como esse estudo foi importante.

Onde atua no Diabetes?

O papel da vitamina D na patogênese da resistência à insulina, sugerido por evidências, está relacionado ao efeito regulatório na transcrição de múltiplos genes envolvidos em várias vias metabólicas, incluindo o receptor de insulina.

Desse modo, isso corrobora com o fato da vitamina D regular a função das células β pancreáticas, e influenciar a secreção de insulina, inibir a apoptose, ou mesmo, aumentando o potencial proliferativo das células.

O resultado apresentado pelo estudo é plausível, já que a deficiência de Vitamina D é um achado constante em pacientes que apresentam diabetes mellitus. E que essa relação é inversamente proporcional ao tempo e ao agravamento da doença.

Vários trabalhos demonstram que a suplementação com colecalciferol é uma ação necessária, mas, não só para os diabéticos. Pessoas saudáveis também apresentaram baixos níveis da Vitamina D, e ficou provado que a prevalência de hipovitaminose D está relacionada com o surgimento não só de complicações diabéticas, mas também com riscos, como:

  • Sistema imunológico.
  • Imunidade;
  • Sistema cardiovascular;
  • Fragilidade na formação dos ossos e dentes;
  • Maior incidência de alguns tipos de câncer.

Procure seu médico e converse sobre o assunto. É importante buscar ajuda profissional mesmo em casos de suplementação.

Clique aqui e conheça o site da MAKAI® Nutrition.

As informações fornecidas neste site destinam-se ao conhecimento geral e, portanto, não devem substituir orientações de profissional médico ou tratamento de condições médicas específicas. Sendo assim, procure sempre o aconselhamento do seu médico ou nutricionista com qualquer dúvida que possa ter a respeito de sua condição médica. As informações contidas aqui não se destinam a diagnosticar, tratar, curar ou prevenir qualquer doença. Nunca desconsidere o conselho médico ou demore na procura de ajuda por causa de algo que tenha lido em nosso site e mídias sociais da MAKAI®.

(Visited 119 times, 1 visits today)